Voltar

Por Alexandre Monteiro

Pode ser que a sua primeira impressão na capital italiana seja a de uma cidade movimentada e com um trânsito caótico. Mas com certeza essa sensação logo fica em segundo plano depois que você começa a admirar toda a beleza e cultura de Roma. Não é à toa que é uma das cidades mais visitadas no mundo, não é mesmo? Caminhar por lá é uma viagem a um glorioso passado da Idade Antiga e da Idade Média. Museus, igrejas, ruínas da Cidade Eterna e muito mais: são muitas atrações que guardam grandes tesouros para quem os procurar. Sem contar na cidade do Vaticano, menor país do mundo e sede da Igreja Católica. Curioso para saber o que fazer em Roma e conhecer um lugar cheio de história? Então confira as dicas do Melhor Câmbio!

Coliseu

Para começar essa viagem incrível, um verdadeiro símbolo não só da cidade, mas de todo o Império Romano: o Amphiteatrum Flavium, mais conhecido como Coliseu. Esse monumento é tão famoso que atrai cerca de 4 milhões de visitantes todo ano! Construído no ano 72 d.C, o Coliseu foi palco para gladiadores que disputavam lutas entre si ou com animais para mais de 70 mil romanos que se reuniam para assistir. A visita é fascinante e vale muito- a pena porque é uma grande viagem ao passado. Mas prepare-se porque o movimento por lá é grande, por isso compre o ingresso com antecedência para evitar as nada agradáveis filas. Além disso, vale chegar cedo, antes das 11 da manhã: esse é o horário em que as atrações turísticas costumam ficar mais cheias. O ingresso custa 12 euros e garante entrada não só no Coliseu, mas também no Fórum Romano e no Monte Paladino. Portanto, reserve um dia inteiro na sua programação para esses três passeios!

o que fazer em roma

Fórum Romano e Monte Paladino

Como falamos anteriormente, o ideal é visitar o Fórum Romano e o Paladino no mesmo dia que o Coliseu por causa do ingresso conjunto (e porque os três ficam localizados ao lado um do outro). O Monte Paladino é uma das sete colinas da cidade de Roma e foi a morada de imperadores como Tibério, Augusto e Domiciano. Segundo a mitologia romana, o Monte Paladino também é onde nasceram os gêmeos Rômulo e Remo. Já o Fórum Romano, conhecido como o lugar onde nasceu o Direito, é considerado mais interessante de se visitar do que o próprio Coliseu. Isso porque lá você encontra construções como a Basílica Giulia, o Arco de Tito e o Templo de Saturno. Juntos, estes prédios formam uma área aberta bem grande com o que sobrou da história antiga de Roma.

o que fazer em roma

Vittoriano e Piazza Venezia

Entre todas as belas praças da cidade de roma, a mais famosa com certeza é a Piazza Venezia. É lá que você encontra o Vittoriano, um monumento construído em homenagem ao rei da Itália unificada, Vittorio Emanuele II. Desenhado por Giuseppe Sarconi, a atração foi inaugurada em 1911 mas só foi concluída em 1935. Ao lado da praça, você encontra o Palácio Veneza, que deu o nome à praça. Hoje o prédio, que foi a primeira construção renascentista da Itália, abriga um grande museu, mas já foi residência do papa! Não deixe de visitar – o museu é incrível e a entrada é gratuita.

o que fazer em roma

Panteão de Roma

Localizado na praça da Rotonda, no centro de Roma, você vai encontrar o templo de todos os deuses romanos: o Panteão de Roma, ou Pantheon. O prédio imponente já sofreu algumas transformações ao longo do tempo e hoje abriga os corpos de personalidades como os reis Umberto I e Vittorio Emanuele II, além dos pintores Caracci e Raffaello e da rainha Margherita. Visite o Panteão durante o dia para conferir a luz do sol por dentro do prédio – imperdível! – e à noite vá a um dos restaurantes da praça em frente para jantar, aproveitar o clima e ouvir os artistas que animam todo mundo por lá.

o que fazer em roma

Fontana di Trevi

Você provavelmente já viu a foto de algum conhecido que foi visitar a Fontana di Trevi. Já reparou que em volta havia muita gente? Pois é: esse é um lugar que está sempre muito cheio de visitantes. A fonte, que foi cena de muitos filmes, se tornou uma tradição para os turistas, que se juntam para jogar moedas na água. A lenda diz que quem faz isso volta a Roma com certeza. Na verdade, a fonte é apenas a fachada de um prédio, e nela estão várias estátuas com elementos diversos. Para evitar um pouco toda a multidão que costuma passar por lá, a dica é ir ou bem cedo ou bem tarde, quando há menos pessoas.

o que fazer em roma

Basílica de São Pedro

Deixe um dia inteiro separado no seu roteiro para visitar a cidade do Vaticano e chegue o mais cedo que puder para conferir de perto as primeiras atrações: a Basílica de São Pedro e a Praça São Pedro, aquela que sempre fica repleta de gente para ouvir os discursos do Papa. A entrada é grátis, mas você precisa prestar atenção na vestimenta: a Igreja não permite a entrada de visitantes com roupas curtas (acima do joelho), decotes ou com ombros de fora, por exemplo. A Basílica foi fundada no ano 324 d. C. pelo imperador Constantino e hoje é considerada o maior templo cristão no mundo. O prédio é lindo e já chama a atenção na fachada, graças à cúpula criada por Michelangelo. Agora, se a fachada já tem esse grande nome na sua construção, o interior impressiona ainda mais. Lá dentro, você encontra obras como a Pietà, de Michelangelo, bem na entrada; além do Baldaquino, do artista Bernini; e o túmulo do corpo de Pedro, apóstolo de Jesus Cristo. Na capela de São Sebastião se encontra o túmulo do papa João Paulo II, um dos locais mais visitados na Basílica. Se você quiser subir até a cúpula feita por Michelangelo, prepare-se para subir mais de 300 degraus e pagar 6 euros (7 euros se você for de elevador).

o que fazer em roma

Museus do Vaticano

Quando sair da Basílica de São Pedro, aproveite o passeio no Vaticano para conhecer os museus do Vaticano. O complexo de museus está entre os mais ricos do mundo, e isso acontece porque no seu acervo estão obras muito famosas e com valor histórico muito alto. Quer uma ideia dos artistas que vai encontrar expostos por lá? Prepare-se para ver obras de Rafael, Leonardo, Caravaggio, Giotto, Van Gogh, Matisse e muitos outros. Sem contar na Capela Sistina, cujo teto é revestido de pinturas de Michelangelo que retratam a história de Gênesis (sabe aquela pintura clássica da Criação de Adão? Fica lá). O acervo é muito rico e grande, e por isso exige muito tempo e dedicação para ver tudo com calma. Um lugar tão incrível como esse recebe muitos visitantes e, por isso, é importante comprar os ingressos com antecedência (custam 16 euros) pra não perder tempo com filas.

o que fazer em roma

Já começou a fazer as malas para conhecer esse destino tão rico em história em cultura? Conte com o Melhor Câmbio para o planejamento da sua viagem. Com a ferramenta Euro Hoje, você confere o histórico da cotação da moeda e se prepara para trocar o dinheiro na melhor hora!

Referências: Melhores Destinos | Dicas da Itália

Imagens: Visualhunt