Voltar

Por Alexandre Monteiro

A dúvida mais frequente de quem faz uma viagem internacional é a melhor forma de cobrir as despesas do passeio. A maioria dos turistas brasileiros pode já estar familiarizada com as transações em dólar (veja a cotação de hoje), a moeda americana, ou em euro, presente em grande parte dos principais países da Europa. Mas e quando viajamos a países do oriente, como o Japão, onde a moeda é o iene, que dificilmente é abordada nos noticiários?

Na cotação atual, R$ 1 equivale a 30,8 ienes. O MelhorCâmbio preparou algumas dicas para você não entrar em apuros no Japão, onde, é sempre bom lembrar, ainda há a barreira do idioma, que pode tornar as coisas um pouco mais complicadas.

– Diversifique: Carregue uma quantia de dinheiro em espécie, faça saques em caixas eletrônicos e habilite seu cartão de crédito internacional para despesas mais significativas.

– Tenha sempre ienes no bolso: No Japão, as pessoas usam menos cartão de crédito do que no Brasil. As passagens de trem e de metrô, por exemplo, só em dinheiro “vivo”. Nas pequenas lojas, também. Você pode sacar dinheiro ao chegar lá, em algum caixa eletrônico, os chamados ATM, mas atenção, pois nem todos aceitam as bandeiras Visa e Mastercard.

3134174013_6690e7e2f9_b 

Foto: Wootang01 via Visual hunt / CC BY-ND

– Troque dinheiro ainda no Brasil: O conselho é levar ienes no bolso desde a partida do Brasil. Antes de viajar, troque seu dinheiro, pois vá que o voo atrase, você chegue de madrugada e a casa de câmbio esteja fechada? Você precisa ter uma segurança pelo menos para chegar ao centro e comprar mais moeda japonesa nos bancos, onde a cotação tende a ser melhor que nos aeroportos.

– Casas de câmbio: As moedas mais fáceis de trocar no Japão são dólares e euros. Há poucos bancos que aceitam o real. Para achar as casas de câmbio, não se preocupe com tantos símbolos indecifráveis para a maioria dos turistas ocidentais. Elas trazem, na placa, a inscrição em inglês “currency exchange”. Você pode consultar os endereços das casas de câmbio japonesas aqui.

– Caixas eletrônicos: A rede de loja de conveniências 7-Eleven tem caixas eletrônicos que aceitam cartões de débito internacionais para saque. Há várias delas espalhadas pelas esquinas do Japão e a maioria funciona 24 horas. Quando você inserir o cartão, as opções já vão aparecer em português.

Moedas: No Japão, o iene circula em cédulas de 1.000, 2.000, 5.000 e 10.000 e em moedas de 1, 5, 10, 50 e 100. Se algo custar 1.001 ienes, não tente pechinchar um arredondamento. Eles também não vão tentar arredondar quando tiverem que lhe dar troco.

Imagem: VisualHunt