Voltar

Por Alexandre Monteiro

O site de hospedagens AirBnb mudou a forma como as pessoas viajam, pois permite que moradores locais aluguem aos turistas suas casas e apartamentos – inteiras ou apenas um quarto – por uma tarifa diária. A maioria dos anfitriões gosta de abrir as portas de suas residências, mas há comportamentos inconvenientes dos hóspedes que podem levá-los à loucura. Conheça alguns deles e saiba o que não fazer para ser um hóspede 100% – e, quem sabe, voltar mais vezes?

Pedir descontos ou exceções às regras.

Quando você vai alugar alguma opção que está lá embaixo da lista, com preços mais baixos, não peça por descontos, principalmente se vai ficar pouco tempo. Se a estadia é longa, até pode-se negociar, mas, se for apenas uma noite, pague o que está combinado do anúncio. Além disso, não peça para ser exceção às regras estabelecidas pelo anfitrião. Por exemplo: se ele diz que não pode receber animais de estimação, não pergunte se pode levar seu pequeno cãozinho só porque ele é pequeno. Respeite as vontades do anfitrião.

Precisar de muitas coisas a toda hora

Os anfitriões existem para ajudar a fazer com que sua estadia seja confortável, mas é responsabilidade do hóspede ser razoável com suas necessidades. Não mande uma mensagem para o celular do dono da casa às 2 da madrugada pedindo algo que não é tão importante. Eles estão lá para ajudá-lo, não para ser seu funcionário. Tenha em mente que eles também precisam dormir, mas se tiver alguma emergência ou estiver em alguma situação que inabilite sua estadia – como ficar trancado do lado de fora – não hesite em chamá-lo.

Extrapolar o horário de saída

Se não há novos hóspedes chegando, alguns anfitriões podem deixar você ficar por lá após o horário de saída combinado no anúncio, especialmente se você tiver sido uma boa companhia. Mas é fundamental perguntar primeiro! Se você for amigável e respeitoso, a maioria dos anfitriões não vão se incomodar em, se a agenda deles permitir, deixá-lo “fazendo hora” mais um pouco – se você tiver um voo para pegar e o check out for muito cedo, por exemplo.

Tratar o lugar como um hotel

Ok, você está pagando a estadia, mas isso não lhe dá o direito de deixar o local uma bagunça. A não ser que seu aluguel inclua o preço de uma diarista, lave sua louça, tire o lixo, pendure as toalhas. Não compre mais comida do que cabe no espaço livre da geladeira – e, aliás, não coma nada que não seja seu.

27308597163_fc4720c140_c

Não comunicar seus planos de chegada

Em uma casa alugada pelo AirBnb, não há um balcão de recepção, com alguém que simplesmente esteja esperando você chegar. Combine um horário e o cumpra, uma vez que os anfitriões têm empregos e outras atividades para fazer durante o dia – infelizmente, não estão em férias como você. Se algum imprevisto acontecer e você ver que irá se atrasar, comunique-os com a maior antecedência possível.

Quebrar coisas e fingir 

Pequenas coisas quebram de tempos em tempos, e os anfitriões lidam com isso de formas diferentes. No entanto, quando o dono da casa descobre coisas quebradas – principalmente algo que pode interferir na estadia do próximo hóspede, como o suporte de toalhas, por exemplo -, isso pode ser bem frustrante. Por que não assumir o erro para que se possa comprar um novo item ou, se possível, chamar alguém para consertá-lo?

Aparecer mais cedo

Apenas não faça isso, especialmente sem avisar. Você até pode pensar que está fazendo algo bom, pois chegou adiantado, mas chegar mais cedo quebra a privacidade dos anfitriões. No período entre o check out de um hóspede e a chegada de outro, o tempo é para o anfitrião resolver coisas pessoais. Além disso, leva um tempinho para que o local esteja limpo e pronto para a sua estadia. Se precisar chegar mais cedo em função de horários de voos, por exemplos, pergunte ao dono da casa antes, para ver se isto é possível.

Chegar com mais hóspedes do que o combinado

Isso é particularmente rude quando o anfitrião está dividindo a casa com você, mas se aplica também se você alugou todo o espaço. Selecionar “dois hóspedes” no menu de aluguel no site significa, literalmente, dois hóspedes – nada além disso. Não apareça com cinco pessoas e diga que as outras duas não se importam de dormir no chão. Alguns anfitriões cobram a mais por pessoas extras; outros simplesmente não querem aquele tanto de gente em sua casa, ao mesmo tempo.

Não ler o contrato

O comportamento mais irritante dos hóspedes, na opinião dos anfitriões do AirBnb, é quando eles não leem as exigências no anúncio disponível no site. Responder as mesmas perguntas que já estão explícitas na internet – o que acontece inúmeras vezes – pode ser muito chato. Isso também tem outras consequências: quem não leu os itens combinados pode acabar colocando uma avaliação negativa ou até mesmo exigir o dinheiro de volta. Pergunte o que quiser – mas leia tudo antes!


Imagens: VisualHunt
Fonte: AboutTravel