Voltar

Por Alexandre Monteiro

Embora nem todo mundo seja fã, viajar de moto é uma ótima maneira de ver o mundo, pois dá liberdade para você seguir seu próprio ritmo em um novo território, seguir seus instintos e apreciar novas paisagens ao abrir novos caminhos. Aqui estão nove das mais lendárias estradas para viajar de moto, desde as mais amplas rodovias até trilhas feitas de pedra.

Highway 1, EUA. Viajar ao longo da costa por quase toda a extensão da Califórnia pela State Route 1 atingiu um patamar quase místico. Da ensolarada costa sul em Orange County, a rodovia abraça os contornos do norte até as paisagens no Big Sur, antes de continuar atravessando a ponte Golden Gate. A estrada, que passa por Los Angeles e Long Beach até pequenos balneários como Malibu e Santa Mônica, é cheia de mirantes para apreciar a vista.

Atlas Mountains, Marrocos. O norte da África e o deserto do Saara são destinos habituais das lendas do motociclismo, mas infelizmente boa parte da região não tem aberto suas portas a motoristas estrangeiros, devido a problemas de segurança. Ainda assim, essa rodovia dá um gostinho da mágica do norte da África. Alguns dos locais mais aclamados para prestigiar incluem o passo de montanha Tizi-n-Test e as catacumbas desérticas de Dadès Gorges e Todra Gorge.

Ruta 40, Argentina. Esta é uma das rodovias mais longas do mundo, com extensão de mais de 4,8 mil quilômetros ao longo do lado leste da cordilheira dos Andes. A rota passa por várias montanhas e desertos onde o céu é deslumbrante – e no caminho você ainda pode ver vários guanacos, parentes selvagens da lhama. Um dos pontos mais icônicos é a cidade de El Chaltén, uma vila colorida com paisagens lindas do monte Fitz Roy e os picos ao redor. Embora a maior parte da estrada seja pavimentada, prepare-se para enfrentar alguns trechos de pedra.

The Grand Circle, EUA. Localizado no centro das quatro “esquinas” onde Novo México, Colorado, Utah e Arizona se encontram, esta estrada permite que você escolha sua própria aventura entre duas estradas que levam ao Grand Canyon, Canyonlads e outros parques nacionais, como também inúmeros cânions menos conhecidos, mas cheios de riqueza histórica.

14629012493_a4bde64ffe_c

Mountain Roads, Peru e Bolívia. Um olhar no mapa do Peru irá mostrar estradas que parecem um espaguete jogado na parede. A piadinha é de um “guru” das estradas, Chris Scott, que a escreveu em um livro sobre aventuras sobre motocicleta. A estrada que atravessa o Cañon del Pato tem vários cânions de tirar o fôlego, alguns deles os mais profundos do mundo. Pelo sudeste, o deserto de grandes altitudes na Bolívia – o Altiplano – parece uma outra dimensão.

Route des Grandes Alpes, França. O turismo de moto começou como um passeio de bicicleta ao longo dos Alpes franceses, cruzando 16 passagens entre o lago Léman e o Mediterrâneo. Trata-se de uma jornada de paisagens estonteantes – como o Col d’Izoard e o Col de la Bonette.

Dempster Highway, EUA. Essa estrada do Alaska começa próximo a Dawson City e termina em Inuvik, a 190 quilômetros ao norte do Círculo Polar Ártico. A estrada é construída sobre um leito de cascalho cuja espessura é de apenas 8 centímetros. As montanhas pelo caminho formam paisagens dramáticas e, graças à Aurora Boreal, o show de luzes é de graça. A estrada não fecha durante o inverno – pelo contrário, há ainda mais trechos a percorrer.

Road do Ladakh, India. Essa rota no norte da Índia está se tornando rapidamente uma estrada lendária, pois passa pelas fronteiras com Paquistão e China, mas o centro do passeio é o deserto de Ladakh, cheio de montanha, vales e monastérios budistas. As estradas são mantidas por trabalhadores que são, no mínimo, bem humorados, colocando placas de sinalização divertidas e que vão tornar sua viagem mais descontraída.

The hippie trail, Norte da África e Ásia Central. Nos anos 1960, vários viajantes quebravam as regras da sociedade ocidental fazendo uma jornada épica de Istambul a Delhi. Infelizmente, o mundo mudou e a rota original – que atravessa países como Irã e Afeganistão – é consideravelmente menos amigável nos dias de hoje. Mas uma nova rota está sendo reconstruída e vem ganhando o coração dos turistas sobre rodas. De Istambul, é possível chegar até o mar Cáspio e pegar outra estrada até o Turcomenistão. De lá, as paisagens desérticas e montanhosas são todas suas. E, se tiver tempo e disposição, há rotas alternativas que chegam à China, Paquistão e Índia.


Imagens: VisualHunt
Fonte: SmarterTravel