Voltar

Por Camila Almeida

Em 2015, uma média de 36 pessoas por dia saíram definitivamente do Brasil, segundo a Receita Federal, em busca de uma vida melhor. Quem está lá fora com o objetivo de ajudar a família que ficou, precisa encontrar a melhor forma de mandar dinheiro para o Brasil. Depois de explicar passo a passo de como enviar dinheiro ao exterior, agora é hora de saber quais as melhores formas de receber valores de outro país. Qualquer que seja a opção escolhida, a retirada aqui é em reais.

Agência de remessa de dinheiro

Encontrar a agência de remessa em diversos países faz com que você se acostume com o sistema que já é fácil por si só. Basta preencher o formulário de recebimento, seus dados e o código da transação (Número de Controle de Transferência de Dinheiro – MTCN em inglês) para retirar a quantia, pagando IOF de 0,38% pela conversão em reais. Você pode receber direto na agência ou em uma conta no banco conveniado ao sistema, no caso, Banco do Brasil e Bradesco. A Money Gram também tem convênio com o Itaú e Daycoval.

Mas se não tiver conta em nenhum destes bancos, pode receber nos agentes autorizados, como corretoras de câmbio: Renova, Fair, Treviso, Lastro, Potencial, AGK, Signa, Aprobo, Flexcambio, Prisma, Saga, Labor, Deboni, Hayata, Remo, Focco e Mega para a rede WU e Confidence, Ourominas, TurCâmbio, BRX, Flexcambio, Deboni, B&T, Multimoney, Hayata, Flexchange e Cotação pelo Money Gram.

Bancos

Funciona da mesma forma de quando se envia. É preciso ter conta em banco para fazer a operação. Quem envia e quem recebe paga taxas e precisa informar o código do banco (SWIFT) e dados do destinatário. É uma operação recomendada para transferência de valores mais altos.

A Caixa Econômica Federal (CEF) tem a opção da e-conta para quem mora no exterior. Depois de abrir uma conta pelo internet banking, é preciso enviar a cópia da identidade ou do passaporte para validá-la. A transferência é feita pelo cartão de crédito internacional com bandeira Visa e cobrança de 2,5% sobre o valor, além do IOF de 6,38%.

Correios

Quando o dinheiro é enviado de outro país pelo Vale Postal Eletrônico, dos Correios, você recebe, aqui no Brasil, um aviso de chegada e em que unidade deve comparecer. A taxa cobrada varia de acordo com o país e é pago por quem envia. Na retirada (somente em reais) você não paga nada.


Imagem: Peny Wise/ morgueFile