Microeconomia: o que é e como afeta seus negócios?

microeconomia

Com o grande número de pessoas empreendendo nos dias de hoje, cada vez mais a competitividade do mercado aumenta. Para ser um bom empreendedor, é essencial saber sobre conceitos que afetam a sua área de atuação.

Quem é interessado no tema, provavelmente já ouviu falar de microeconomia. Imagina que interessante poder oferecer a seu cliente exatamente o que ele procura? Desta forma, aumentando sua competitividade e lucros?

Tema interessante, não é mesmo? Você já ouviu falar sobre a microeconomia? Se quiser saber tudo sobre esse tema e como ela afeta seus negócios, continue lendo o texto que preparamos para você. Boa leitura!

O que é a microeconomia?

Os termos microeconomia e macroeconomia consistem em estudos que estão dentro da teoria econômica. 

Quando falamos, de forma específica, da microeconomia, estamos nos referindo ao estudo do comportamento e atividade econômica do micro. O qual, nesse caso, refere-se a um indivíduo, grupo ou a uma empresa. 

Qualquer dado econômico que se refere a um indivíduo ou empresa, de forma isolada, é um estudo da microeconomia. A análise da microeconomia faz com que o padrão comportamental de um grupo ou indivíduo seja mapeado. Por consequência, a tomada de decisão é facilitada. 

Entre outros aspectos, a microeconomia estuda a forma com a qual as pessoas utilizam seus recursos, meios de aumentar as vendas, meios de diminuir custos e formas de a indústria aumentar sua competitividade.

Fatores como esses grupos isolados utilizam seus serviços, recursos e bens são objeto de estudo.

Quais são os objetivos da microeconomia?

A microeconomia, em resumo, tem o objetivo de analisar como os indivíduos pensam e tomam suas decisões no contexto microeconômico de compra e venda. Com isso, aumentando as vendas e competitividade.

Por exemplo, ao perceber que um determinado grupo de pessoas X tende a gastar mais em lazer, e economizar mais em comida e mantimentos. Este estudo, chamado de microeconômico, pode ajudar os comércios da região a aumentar as vendas, tornando-se mais atraente aos consumidores locais.

A partir do estudo e mapeamento dos fenômenos microeconômicos, é possível majorar as vendas e lucros. Deste modo, podendo ajudar os negócios em suas questões internas.

Quais são as vantagens da microeconomia?

Agora você sabe exatamente o que é e os objetivos da microeconomia. O estudo microeconômico, ao ser realizado, oferece diversas vantagens ao mercado.

Leia mais sobre os benefícios da microeconomia abaixo.

Aumenta os lucros 

A primeira e mais clara vantagens de se realizar estudos microeconômicos é a possibilidade do aumento dos lucros. Principalmente quando estamos falando das empresas. 

Os indicadores utilizados nos estudos fazem com que as estratégicas publicitárias e comportamento do mercado se molde ao perfil do seu principal objetivo: o consumidor.

Com isso, a competitividade aumenta e os lucros são majorados.

Ajuda na formação do preço dos produtos

A análise dos fatores proposta pela microeconomia é essencial na hora de se formar um preço bom e competitivo. 

Afinal de contas, precedendo o lançamento de um produto no mercado, para que ele seja um sucesso, é preciso saber como aquele grupo costuma gastar o seu dinheiro. 

Fatores como gastos com mão de obra, capital, fornecedores e outros devem ser aliados a estudos microeconômicos de qualidade para se garantir o sucesso. 

Traça o perfil dos consumidores 

Com a microeconomia, o grande volume de informações e pesquisas realizadas faz com que seja possível a criação de um banco de dados com o perfil dos consumidores de grupo determinado. 

Cada pessoa, empresa ou grupo tem particularidades que leva em conta na hora de comprar algo. A tomada de decisões muda muito de pessoa para pessoa.

Estudos microeconômicos, portanto, ajudam a traçar esse perfil de tomada de decisões e antecipar os comportamentos a serem tomados pelos clientes.

Identifica problemas a serem resolvidos

Não é raro ver uma empresa que, apesar de atuar em um ramo de sucesso, apresenta dificuldades nas vendas. Há diversos fatores que podem contribuir para essa intercorrência.

A microeconomia ajuda nesse aspecto, identificando determinados problemas existentes na relação consumidor e comércio. 

A análise em questão faz ser possível a identificação de pontos específicos problemáticos. A partir desse momento, cabe à empresa ofertar produtos ou serviços de uma forma que atenda melhor a seu público-alvo.

Auxilia na tomada de decisões

Finalmente, mas não menos importante, uma grande vantagem na microeconomia é ajudar na tomada de decisões das empresas.

É, sem dúvidas, mais fácil tomar decisões quando se tem mais informações e dados concernentes a uma matéria. Especialmente quando se fala em economia e padrões comportamentais.

Logo, as empresas que desfrutam de estudos do ramo podem agir de uma forma mais assertiva. 

Quais são as diferenças entre microeconomia e macroeconomia?

Duas palavras que são bem parecidas, mas carregam entre si significados bem diferentes, são microeconomia e macroeconomia. 

Antes de mais nada, é importante definir o que é a macroeconomia. A macroeconomia é o estudo da atividade econômica em âmbito global, mais geral. Englobando, portanto, todos os indivíduos e todas as empresas. É exatamente o conceito contrário à microeconomia.

Os estudos macroeconômicos, como o próprio nome sugere, estuda fatores como o PIB, exportações, o desemprego, e demais questões que abrangem todas as pessoas. 

O estudo da macroeconomia analisa de cima para baixo. Compreendo primeiro o panorama geral e depois as situações individuais.

A diferença básica da microeconomia para a macroeconomia é que os estudos microeconômicos estudam comportamentos individuais. Empresas isoladas, pequenos grupos e indivíduos em si. Podemos falar que é um estudo de baixo para cima. Antes, os fatores menores são estudos para que depois o todo seja compreendido.

Como a microeconomia afeta nos negócios?

Qualquer empresa lisa com a microeconomia no dia a dia. É essencial saber os hábitos de seu público-alvo na hora de precificar seus produtos e serviços, por exemplo. 

Uma empresa que não leva em conta os conceitos da microeconomia acaba ficando para trás. Afinal de contas fatores como demanda e fornecedores são diretamente influenciados por estes medidores. Caso eles não sejam levados em conta, a sua margem de lucro vai ser prejudicada.

A adesão à microeconomia faz com que lidar com os processos da companhia seja algo mais fácil e fluido, com as informações disponíveis.

A microeconomia afeta diretamente nos negócios de todas as empresas. Os dados fornecidos pela microeconomia ajudam no manejo dos negócios. Ter noção desse conceito e aplicá-lo é a chave para ver sua companhia crescer.Gostou do nosso post? Esperamos que tenha sido de grande ajuda para entender mais sobre a microeconomia. Aproveite e deixe um comentário. Vamos adorar ler suas considerações a respeito do tema.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp

Posts Relacionados

Quando realizamos alguma transação financeira, é comum a cobrança de IOF. Trata-se de um imposto muito conhecido, mas nem sempre bem compreendido pelas pessoas. Como impostos nem sempre são...

Toda empresa deseja melhorar os seus resultados. Mas, afinal de contas, para se manter em um nível competitivo, crescer e gastar menos é necessário escolher a forma correta de...

Novidades são sempre bem-vindas, não é mesmo? A Skrill é uma plataforma relativamente nova no mercado financeiro do Brasil. E assim como toda carteira digital, há uma gama de...

Quando realizamos alguma transação financeira, é comum a cobrança de IOF. Trata-se de um imposto muito conhecido, mas nem sempre bem compreendido pelas pessoas. Como impostos nem sempre são...

Quando realizamos alguma transação financeira, é comum a cobrança de IOF. Trata-se de um imposto muito conhecido, mas nem sempre bem compreendido pelas pessoas. Como impostos nem sempre são...

Toda empresa deseja melhorar os seus resultados. Mas, afinal de contas, para se manter em um nível competitivo, crescer e gastar menos é necessário escolher a forma correta de...

Novidades são sempre bem-vindas, não é mesmo? A Skrill é uma plataforma relativamente nova no mercado financeiro do Brasil. E assim como toda carteira digital, há uma gama de...