Voltar

Por Alexandre Monteiro

A América do Sul está se tornando um destino muito popular para viajantes que têm um pouquinho mais de espírito aventureiro. Ainda assim, a maioria dos turistas sempre escolhe os mesmos lugares, embora o continente seja grande e abrigue várias cidades pouco consideradas. Aqui vai uma lista de 6 lugares subestimados, mas ideais para quem quer uma experiência turística bem nativa – com a grande vantagem de escapar das multidões.

1. Montevidéu, Uruguai

6062966061_8c38edac66_b

Este pode ser um dos destinos mais populares do Uruguai, mas, a não ser os brasileiros do sul, a maioria dos viajantes não considera o país vizinho como digno de um passeio de feriado ou férias. Pertinho também de Buenos Aires, capital Argentina, visitar Montevidéu é uma oportunidade de conhecer uma nova cultura, especialmente se você tem pouco tempo livre, como apenas um fim de semana. Uma das atividades mais populares é… comer! Não há como errar o restaurante se você passear pela Avenida de 18, uma das vias mais importantes da capital uruguaia, que oferece parrillas tão maravilhosas quanto as argentinas. Portanto, uma casa de carnes é parada obrigatória na cidade. Quer mais? Visita o Museo del Gaucho e de la Moneda, que tem várias informações sobre o estilo de vida local e que é bem peculiar da região de fronteira.

2. Canoa, Equador

5678169120_d41f2bed2f_b

Todo mundo conhece Montanita como o lugar ideal para badalar e surfar na costa equatoriana. No entanto, fazer festa é ótimo por uma noite ou duas – depois, pode cansar. Se for o caso e você quiser apenas alguns drinques, de leve, considere visitar Canoa. A apenas algumas horas de carro, tem uma atmosfera bem mais “relax”, onde você pode passar o dia em uma praia quase desertas e as noites em bares legais e descolados. Também é pertinho de Puerto Lopez, um ótimo lugar para observar as baleias no mar.

3. Salta, Argentina

7565827052_68cdc2a1c8_c

O país é mais conhecido pelo tango e pela vida noturna na capital, Buenos Aires, assim como as paisagens exóticas da Patagônia. Mas a Argentina é um dos maiores países do mundo e a ambientação é muito diversificada. A região noroeste é normalmente desprezada, ainda que Cordoba seja facilmente acessada de avião ou de uma viagem mais longa de ônibus, partindo da capital. Salta é uma maravilhosa cidade colonial e a capital da província que leva o mesmo nome. É a poucos quilômetros dos ótimos vinhedos de Cafayate e do Parque Nacional de Calilegua. Enquanto a região noroeste é seca, você pode encontrar um clima subtropical no planalto, com uma diversa variedade de fauna e flora. Quem curte observar pássaros vai adorar o lugar, já que é rota de várias aves migratórias, especialmente se você escalar o Cerro Hermoso.

4. Popayan, Colômbia

9906465185_9fd4142a8f_c

Colombianos são conhecidos por serem amigáveis e terem um espírito contagiante que encoraja os turistas a dançarem a noite inteira. Mas para além das boates em Bogotá você pode encontrar uma experiência mais calma no sudeste do país, mais especificamente na cidade de Popayan, onde a maioria dos prédios é pintada de branco, conferindo uma característica peculiar ao local. Esta é uma das cidades mais importantes para a história colombiana e lar de ótimas universidades, além de ter tido um papel fundamental na época das conquistas espanholas. Hoje em dia, permanece um polo da igreja católica e é considerado  um dos lugares mais interessantes para se visitar na Semana Santa. Se pensar em visitá-la neste feriado, é bom programar sua hospedagem com bastante antecedência. Caso turismo religioso não seja sua praia, ainda assim a cidade tem muito a oferecer, já que é bonita e segura. Na zona rural, as paisagens são ótimas para serem exploradas em trilhas a pé ou de bicicleta até chegar a um vulcão. Se busca algo ainda mais relaxante, você pode visitar fábricas de café ou ir observar os pássaros.

5. Cajamarca, Peru

10701781113_519556133b_c

Enquanto o Peru seja um dos destinos mais populares da América do Sul, a maioria dos turistas nunca se aventura para além de Lima, Machu Picchu e Arequipa. Mas há várias coisas legais para fazer no nordeste do País – e mesmo assim quase ninguém lembra de viajar para o norte de Lima. Se você conversar com os peruanos, eles com certeza irão aconselhá-lo a passar alguns dias em Cajamarca, no alto dos Andes – uma cidade conhecida por produzir maravilhosos queijos e chocolates. Há também várias fontes termais naturais para você relaxar. Não se preocupe com a possibilidade de não ver comunidades antigas, porque lá tem um aqueduto pré-histórico e uma necrópole da civilização inca. Se for praticar escalada, tire o dia anterior para descansar, pois a altitude pode trazer dificuldades para quem não está acostumado.

6. San Pedro de Atacama, Chile

volcano-licancabur-san-pedro-de-atacama-nature-moon

Apesar de ser um dos lugares mais espetaculares da América do Sul, esta cidade continua sendo pouco visitada. Na maior parte do norte do Chile, os mochileiros deixam Arequipa para rumar direto à Bolívia, onde conhecem o Salar de Uyuni, onde fazem a clássica fotografia de reflexos no deserto de sal. Mas o Atacama também tem seu charme selvagem. Você poderá ver flamingos em seu habitat natural, mas sem as multidões na volta. Andar pelas dunas sem esbarrar em vários grupos de turistas também é uma vantagem.


Fonte: AboutTravel
Imagens: VisualHunt